Nalini Cia de Dança apresenta “Titiksha” e “Nega Lilu” no Teatro São Joaquim, na Cidade de Goiás

(crédito: Ana Yoneda)

Ana Paula Mota

A companhia de dança Nalini, sediada em Goiânia-GO, está realizando a circulação nacional de seus espetáculos originais “Titiksha” e “Nega Lilu”. As obras abordam temas atuais, que vão desde a resiliência de povos explorados até as relações afetivas no nosso tempo. Depois de ter passado pelo Mato Grosso e por São Paulo, o grupo se apresenta na Cidade de Goiás, nos dias 09 e 10 de novembro, no Teatro São Joaquim. Na 5ª feira, 09, às 19h, Valeska Vaishnavi apresenta Titiksha, e na 6ª feira, 10, às 20h, é a vez de Isabel Mamede e Lunna Gomes entrarem em cena, com a obra Nega Lilu.

Após cada apresentação, haverá um bate-papo com o público sobre o processo de criação e os temas abordados nos trabalhos. No segundo dia, das 10h às 12h, acontece também uma oficina gratuita de contato e improvisação. A aula acontecerá no no próprio Teatro São Joaquim, e a única exigência é que o/a participante tenha mais de 14 anos. Não é necessário fazer inscrição prévia. Basta se apresentar no dia e no horário da aula.

Estas apresentações fazem parte de uma circulação que compreende, ao todo, 12 apresentações em quatro estados brasileiros: Goiás, São Paulo, Mato Grosso e Distrito Federal. Este projeto foi contemplado pelo Edital de Fomento à Dança nº 17 do Fundo de Arte e Cultura do Estado de Goiás 2023.

 

Quem é a Nalini e o que diz sua criadora

A Nalini Cia. de Dança é um grupo que vem se destacando no cenário nacional da dança e realizando circulações nacionais. Titiksha é o primeiro solo criado e interpretado por Valeska, e Nega Lilu foi o primeiro espetáculo criado pela artista em 2011.

Sobre o que significa para Valeska este momento de viagem e de encontro com novos públicos, a coreógrafa e intérprete explica: “Essa circulação é de grande importância, pelo histórico das duas obras e por essa volta à cena presencial, que ainda vem acontecendo com diversos grupos artísticos, incluindo a gente. Estamos animados em levar essas duas obras às cidades que escolhemos e ainda interagir com o público, com as conversas pós-espetáculo e as oficinas. A dança é uma expressão artística que ainda tem muito para falar, no Brasil, no sentido mais literal da palavra. Nossa expressão revela minuciosidades que muitas vezes só é possível acessar, se temos essa oportunidade de estar com nossa audiência de maneira mais próxima e intimista. Queremos que todos saiam do teatro com algo novo para recordar e fazer pensar. Assim é nossa dança”.

 

BATE PAPO e OFICINA GRATUITA

Além das apresentações, a diretora, coreógrafa e bailarina da Cia Nalini, Valeska Vaishnavi, ministrará a oficina inclusiva de contato e improvisação intitulada “Dança e Movimento para Todos”. A oficina terá duração de 2 horas em cada cidade e será gratuita e acessível, contando, inclusive, com intérprete de Libras.

Além disto, após cada apresentação do espetáculos, o grupo abrirá um bate-papo com a plateia, com o intuito de conversar de maneira mais próxima possível com o público, sobre os espetáculos, sobre o projeto, a trajetória da Nalini e sobretudo sobre o cenário da dança contemporânea no Brasil atual.

 

SOBRE OS ESPETÁCULOS

Sobre o espetáculo “Titiksha”, o termo em sânscrito é semelhante à resiliência e está relacionado com a tolerância diante das adversidades. O solo busca personificar esse conceito, retratando a história de povos que foram forçados a abandonar suas origens. O espetáculo apresenta uma guerreira mística em movimento, simbolizando a força de manter a essência diante de um mundo opressor.

Já o espetáculo “Nega Lilu” é baseado no livro “Sem Palavras” de Larissa Mundim e Valentina Prado. A obra aborda o amor e a busca da plenitude em nosso tempo, explorando as relações afetivas mediadas. A remontagem da Nalini Cia de Dança traz uma nova versão do duo contemporâneo, materializando os estados emocionais presentes na breve história romântica de Nega e Lilu.

 

Organização dos Estados Ibero-americanos e Nalini

A Nalini Cia de Dança foi selecionada para participar do Mercado de Indústrias Criativas do Brasil (MICBR) 2023, que acontecerá entre 08 e 12 de novembro, em Belém do Pará. O MICBR é um evento promovido pela Organização de Estados Ibero-americanos (OEI) em parceria com o Ministério da Cultura (MinC), que reúne empreendedores culturais para participação em atividades de negócios, formativas e culturais, além de promover rodadas de negócios, apresentações artísticas com fins comerciais, atividades de networking, conferências, palestras, painéis, mentorias e oficinas.

A ministra da Cultura, Margareth Menezes, destacou a importância da realização do evento para o fortalecimento e expansão da economia criativa no país. “Um país como o Brasil tem um potencial enorme para se desenvolver social e economicamente através da cultura. O MICBR é parte central da política pública do Ministério e do Governo Federal voltada à promoção de mercados criativos e à geração de emprego e renda por meio da economia criativa”, explicou.

SERVIÇO:

Turnê nacional Nalini Cia de Dança (GO, MT, SP e DF)

GRATUITO

– 09 de novembro – 5ª feira – Titiksha – 19h

– 10 de novembro: Nega Lilu – 6ª feira – 20h

Local: Cine Teatro São Joaquim (Cidade de Goiás/GO)

Oficina: 10 de novembro das 10h às 12h (local a confirmar)

OFICINA DANÇA CONTEMPORÂNEA – Contato Improvisação 

Dia 10/11 (sex) – Local: Cine Teatro São Joaquim – Horário: das 10h às 12h 

Pré-requisito: idade acima 14 anos 

Entrada gratuita

Obs.: não precisa de inscrição, basta chegar ao local com roupa leve e garrafinha com água.

Tanto as apresentações quanto a oficina contam com interpretação em Libras.

Mais informações: www.naliniciadedanca.com

Tags:

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

POSTS RELACIONADOS