WEBSÉRIE MULHERES EMPREENDEDORAS 2021: “O boom das Cacheadas”

Leonora Siqueira (no centro) conta que pandemia não foi de todo mal para o salão, pois ela e a equipe já trabalhavam com horários exclusivos e atendimento personalizado para cada cliente. (crédito: Cássio Cardoso)

Francis Telles

Cabelos naturais são tendência e o uso entre as mulheres cresceu desde a chegada do coronavírus no Brasil

@leonoasiqueira

O trabalho remoto, o fica em casa, salões fechados foram incentivos para as mulheres deixarem de alisar os cabelos e assumirem os fios naturais, cachos ou crespos de vários tipos. A mudança de comportamento cresceu muito entre as mulheres em 2021. O momento em casa, sem poder ir aos salões, deu mais força para elas que estavam pensando em iniciar o processo da transição capilar e até mesmo àquelas que não se programaram para isso, mas que com o passar dos meses se depararam com suas raízes crescidas e se encorajaram, diz a especialista em tratamento de cabelos cacheados Leonora Siqueira que também é colorista, especialista em mechas e correções, além de atender uma nova demanda de morenas iluminadas. “Primeiro veio o desespero, ficamos com as portas fechadas por vinte e um dias, aqui em Aparecida. Clientes que estavam agendadas desmarcaram com medo das consequências do coronavírus, tanta financeira quanto na vida”, acrescenta. “Nesse período fechado, foi um momento de muitas reflexões. Fizemos reuniões para vê como estavam as finanças e para aprimorarmos as redes sociais. Percebemos que o mundo estava mudando e a forma de nos comunicarmos com as clientes também”, explica.

Porém, Leonora conta que pandemia não foi de todo mal para o salão, pois ela e a equipe já trabalhavam com horários exclusivos e atendimento personalizado para cada cliente. “As clientes se sentiram seguras em retornar ao salão, assim que foi permitido”. Leonora destaca ainda que as consultorias e avaliação capilar individual tem ajudado mulheres a encontrarem sua identidade.

Leonora também passou pela transição capilar para voltar a usar o cabelo natural e isso a motivou buscar ser especialista na área.

Reinvenção

Leonora também passou pela transição capilar para voltar a usar o cabelo natural e isso a motivou buscar ser especialista na área. Durante a pandemia ela conta que assistiu muitas lives, investiu em novos produtos com maior tecnologia e se aprimorou no nicho das cacheadas. Outro serviço oferecido no salão é o spa para os pés, o blend de óleos terapêuticos e uma cadeira relaxante com infravermelho estão ajudando bastante a proporcionar bem-estar e combater o stress causado pelo coronavírus. Para elas o relacionamento entre empreendedoras trouxe grandes possibilidades de crescimento profissional. “Vê mulheres crescendo em seus negócios é muito motivador”, finaliza.

Websérie Mulheres Empreendedoras 2021 – Idealizada pela empresaria e fundadora da Rede Goiana da Mulher Empreendedora, Ludymilla Damatta. O projeto consiste em entrevistas com quarenta empresárias goianas, que irão falar sobre os seus desafios, as perdas, a superação, a força, a coragem e a habilidade de se reinventarem. Também farão parte do registro, o que ficou de lição, e as decisões tomadas para o futuro, ao atravessar uma das crises mais graves, se não a mais, de toda História.

A websérie digital, faz parte de um projeto que consiste em uma revista impressa, o Guia da Mulher Empreendedora, e a Revista Digital da Rede.

Rede Goiana da Mulher Empreendedora – Presidida por Ludymilla Damatta, é hoje considerado maior grupo de empreendedorismo feminino do Centro-Oeste, com quase nove mil mulheres no Instagram e mais de 20 mil no Facebook. O grupo está presente em diversos municípios do estado: Aparecida de Goiânia, Trindade, Senador Canedo, Anápolis, Piracanjuba, Caldas Novas, Itapuranga, Pirenópolis, Inhumas e Itaberaí.

Tags:

Compartilhe

Share on facebook
Share on twitter
Share on whatsapp
Share on email

POSTS RELACIONADOS